SINTTEL-RS participa de encontros sobre NRs e saúde do trabalhador

Dirigentes do SINTTEL-RS participaram, nos dias 23 e 31 de janeiro, de encontros que trataram sobre as alterações nas Normas Regulamentadoras, saúde do trabalhador e defesa do SUS.

No dia 23, a reunião foi parte integrante da programação do Fórum das Resistências e contou com a participação da Secretária Nacional de Saúde do Trabalhador da CUT Nacional, Madalena Margarida da Silva Teixeira. A atividade aconteceu na sede da CUT-RS, em Porto Alegre.

Além de Madalena, estveram presentes o coordenador da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (CIST), Geodeci Menezes de Souza, e o Secretário de Saúde do Trabalhador da CUT-RS, Alfredo Gonçalves.

Sobre o encontro, o dirigente da CUT-RS destacou que “o objetivo foi alcançado pois os debates sobre os principais temas em pauta, como a resistência ao desmonte da Seguridade Social e às Normas Regulamentadoras (NRs) de segurança e saúde no trabalho, a defesa Sistema Único de Saúde (SUS), o combate às filas no INSS ao acesso de benefícios, como aposentadoria, e a luta contra a Emenda Constitucional (EC) 95, que congelou por 20 anos os recursos do orçamento para investimentos públicos, foram profícuos”.

Já no dia 31 de janeiro, o SINTTEL-RS também esteve presente na reunião do Fórum Sindical de Saúde do Trabalhador (FSST), na sede do Sindipolo, em Porto Alegre, que deu seguimento aos encaminhamentos da reunião anterior, realizando o trabalho de análise, sugestões, observações e alertas sobre a NR-10, contando com o aporte técnico-político do SINTTEL.

Neste encontro, o FSST encaminhou denúncias sobre o texto apresentado pelo governo federal, por intermédio da FUNDACENTRO e que está sendo objeto de Consulta Pública até o dia 9 de fevereiro. Entre as denúncias está a de que o texto proposto já contém as modificações de interesse da patronal, sem a anuência da Comissão Tripartite e cujo conteúdo difere frontalmente do disposto na versão em vigor.

Também está sendo criada uma carta do FSST para recrudescer o engajamento das lideranças parlamentares, identificadas com a causa, em torno da importância de evitar a precarização das NR's como um todo. Ao mesmo tempo serão notificados a OIT, a OMS, a OAB, a CNBB, fiscais do trabalho e demais organizações que cuidam da saúde e de preservar a vida dos trabalhadores. 

Assessoria de Comunicação

06/02/2020 10:00:19

logo fitratelp 3 f01CUTA

A direção do SINTTEL-RS acompanha atentamente o avanço da pandemia de COVID-19, a doença causada pelo CORONAVÍRUS. Preocupada com os trabalhadores em telecomunicações e, também, com os do Sindicato, decidiu reduzir o horário de trabalho podendo ser reavaliado a qualquer instante, conforme evolução do estado de alerta.

O novo horário é das 10h às 16h15. Este horário é emergencial.

Reafirmamos que estamos à disposição dos trabalhadores e trabalhadoras e orientamos todos que, caso necessitem de informações ou qualquer outra questão, podem enviar email para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou por telefone, pelo número (51) 3286.9600.

Atenciosamente,

Direção SINTTEL-RS