Nota de falecimento – Jurandir Teixeira Leite

ADEUS COMPANHEIRO JURANDIR, TEU EXEMPLO NÃO SERÁ ESQUECIDO
Com pesar o SINTTEL-RS informa que faleceu nesta sexta-feira, dia 21 de junho, o grande companheiro, sindicalista e lutador JOSÉ JURANDIR TEIXEIRA LEITE. Sua história como telefônico se confunde com a história do próprio Sindicato e não por acaso, sua contribuição foi de fundamental importância para a construção do livro que conta a trajetória de lutas da categoria telefônica, caminhada da qual ele fez parte ativa. Seu nome, desde 1984, aparece na lista dos dirigentes sindicais do SINTTEL-RS, tendo sido presidente nas gestões de 84/87, 87/90, 90/93, 95/98, 98/2001.
Aposentado da CRT, Jurandir, desde que entrou na Companhia participou da organização dos trabalhadores telefônicos e em 80 começou com outros companheiros a construir o Sindicato combativo e de luta que a categoria precisava, já que a direção antes disso era de interventores, para ele, “uns pelegos”. De sua iniciativa saiu a criação do Grupo MAS (Movimento de Ação Sindical) que em 1984 disputou a direção do Sindicato, ganhou as eleições e reconfigurou a luta da categoria. Menos de um anos depois, em 1985, Jurandir já liderava a primeira paralisação de cunho sindicalista da CRT, por 30% de reposição salarial.
As difíceis lutas contra a privatização, também contaram com a liderança deste incansável lutador à frente da categoria. Nos anos 90, quando o país estava em ebulição e as privatizações andando de forma acelerada, a dedicação, a força e a capacidade de liderança de Jurandir contribuíram para a construção da luta da categoria, em situações que marcaram a resistência contra a privatização da CRT, com greves, atos públicos, ações judiciais, denúncias em nível nacional e internacional. O episódio de ocupação da ALRS, em 1998, quando o então presidente do SINTTEL-RS, Jurandir subiu em uma mesa e discursou contra a privatização da empresas, interrompendo a votação e alertando quanto aos prejuízos para o Estado, foi emblemático do caráter de luta, de liderança e de capacidade de mobilização dele como dirigente de uma categoria.
Ao longo dos anos em que integrou o Sindicato, a CUT, a Federação e outros espaços de defesa da classe trabalhadora, Jurandir foi deixando seus ensinamentos, seus exemplos, sua dedicação a causa dos telefônicos.
Ele nos deixou nesta sexta-feira, mas seu legado permanecerá para sempre na caminhada dos trabalhadores telefônicos e sempre que algum trabalhador precisar de inspiração para a luta, será nele, no Jurandir, que poderemos buscar.
O SINTTEL-RS dá seu adeus a este valoroso companheiro e reafirma que seu nome e sua contribuição para a história da categoria telefônica, jamais será esquecido.
A direção do Sindicato presta sua homenagem ao Jurandir e sua solidariedade aos familiares e amigos deste grande companheiro neste momento de profunda dor.
JURANDIR, PRESENTE, AGORA E SEMPRE!

Compartilhe na redes:

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp
Telegram

Cartão de descontos

O SINTTELRS oferece como cortesia o cartão MASTERCLIN
Últimas notícias
Categorias