Trabalhadores estão se posicionando sobre as privatizações. Você ainda não votou?

Os trabalhadores telefônicos estão, desde o sábado (16), participando do Plebiscito Popular Primavera da Democracia. A consulta, que se estende até o dia 24 de outubro, dá a oportunidade aos gaúchos de se posicionarem sobre as privatizações. Este era um direito que constatava desde 2002 na Constituição Estadual, mas foi retirado da população através de um projeto de Lei do governador Eduardo leite (PSDB), aprovado pelos deputados de sua base de apoio, com interesse em privatizar a CEEE, CRM, Corsan, Banrisul, Procergs e outras empresas importantes para o desenvolvimento do Estado e para garantir tarifas acessíveis aos serviços públicos.

O Plebiscito Popular é uma iniciativa de um conjunto de entidades, como centrais sindicais, sindicatos (entre eles o SINTTEL-RS), movimentos sociais, partidos de esquerda e outros, que com o processo proporcionam não só um importante debate sobre a questão das privatizações, como, também, resgatam o direito da população, a verdadeira acionista destas empresas, a se posicionar sobre o tema.

É importante participar

Para a categoria telefônica, tanto os trabalhadores da ativa, como aposentados e pensionistas, fortemente atingidos pela privatização do governo Antônio Britto, nos anos 90, que privatizou a CRT, é fundamental esta participação.  A categoria, que sentiu na pele os efeitos da privatização, sofreu com desemprego, perda de direitos, precarização das condições de trabalho, perda de plano de saúde, previdência complementar, aumento de tarifas e piora nos serviços, entre outros, tem que se manifestar e dizer não à privatização de outras empresas gaúchas.

Além dos dirigentes sindicais, os trabalhadores e outras pessoas da comunidade também estão participando na urna que está na sede do Sindicato.

Vote pela Internet ou no Sindicato

Para votar é fácil e rápido. Pela internet é só acessar a plataforma decidimrs.com.br, informar nome e CPF, responder as perguntas e clicar em enviar. Leva apenas alguns segundos e pode ser feito pelo computador e pelo celular.

Para votar presencialmente, há uma urna na sede do SINTTEL-RS, em Porto Alegre, e em outros locais. Para ver onde você pode votar presencialmente, é só acessar o endereço  www.plebiscitopopular.com.br e conferir os endereços nas diferentes regiões. É preciso um documento com foto.

Vote pela internet ou presencialmente, mas participe! Se posicionar sobre as privatizações e a venda de importantes empresas do RS é um direito seu. Privatização é ruim para os trabalhadores e é ruim para a sociedade.

Assessoria de Comunicação

19/10/2021 15:46:33

logo fitratelp 3 f01CUTA

Rua Washington Luiz, 572 - Centro, Cep 90010-460 Porto Alegre, Rio Grande do Sul.