CADE aprova troca de controle da Oi para BTG na V.tal

Em comunicado público da segunda-feira (18), a Oi informou ao mercado que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), aprovou, sem restrições, a venda do controle da V.Tal ao fundo BTG Pactual, o banco fundado pelo ministro da economia de Bolsonaro, Paulo Guedes, um negócio de R$ 12,9 bilhões. O negócio ainda depende de confirmação da Anatel.

De acordo com a negociação, o BTG Pactual terá 57,9% e, portanto, o controle de uma das quatro unidades do fatiamento da Oi, a InfraCo (agora V.tal). A empresa criada deverá ser uma operadora de “rede neutra”. A Oi permanecerá como sócia minoritária, com 42,1%.

O SINTTEL-RS tem acompanhado o processo de fatiamento da Oi, e mais de uma vez interveio questionando as empresas quanto aos interesses dos trabalhadores, aposentados e pensionistas. Questões como demissões, tanto na Oi, como nas terceirizadas, e a Fundação Atlântico estão no radar do Sindicato e da FITRATELP.

O objetivo é minimizar os impactos para os trabalhadores, de forma que não sejam estes a pagar a conta pela entrega da empresa de forma descabida e injustificável a grupos privados, cujos interesses passam longo das necessidades dos trabalhadores e da sociedade.

Assessoria de Comunicação

19/10/2021 12:10:12

logo fitratelp 3 f01CUTA

Rua Washington Luiz, 572 - Centro, Cep 90010-460 Porto Alegre, Rio Grande do Sul.