Quarta, 23 Maio 2018

sky

A empresa SKY Banda Larga foi obrigada a assinar um acordo na 9ª Vara da Justiça Trabalho de Belo Horizonte (MG) e pagará multa no valor de R$ 40.000,00 ao SINTTEL-MG e à FITRATELP, por ter convocado seus trabalhadores para participarem de um protesto contra o ex-presidente LULA organizado pelo movimento político-ideológico “Vem Pra Rua”. A empresa também terá de pagar mais R$ 6.000,00 de honorários advocatícios ao escritório Advocacia Garcez, que ingressou com a ação representando as duas entidades sindicais.

O resultado positivo desta ação contra a SKY deve servir de lição às demais empresas, que de forma cretina e inescrupulosa obrigam seus trabalhadores a participarem de ações políticas contra suas vontades. Ainda vivemos em um país de tradição democrática onde seus cidadãos têm o direito de manifestar-se  de acordo com suas convicções políticas e não por opressão do patrão.

Em 2018 teremos eleições gerais para deputados, governadores, senadores e presidente da República. Se os trabalhadores não abrirem os olhos, certamente as empresas vão agir da mesma forma, recrutando funcionários em torno de candidaturas que representam seus interesses espúrios e contra os próprios trabalhadores. 

Neste caso, a Justiça agiu rapidamente. Inicialmente, proibindo a empresa de recrutar os trabalhadores para o ato político-ideológico e, em seguida, punindo-a exemplarmente por ter praticado tais ilegalidades. Mas isso só foi possível porque houve a denúncia e o Sinttel-MG e  FITRATELP agiram rapidamente para proteger a categoria. 

Não fique calado. Denuncie!

Filie-se ao sindicato!

Fonte: Fitratelp

Reforma Trabalhista, veja o que mudou !

clt

App